quinta-feira, 10 de outubro de 2013

a poesia dos quadradinhos #2 - Daniel Maia-Pinto Rodrigues

fonte: http://www.salimbeti.com/paperinik/en/paperino.htm


Não adormeças logo agora
que eu estava mais disposto e fluente
a falar-te, ainda que de novo, da contemporaneidade

ou não adormeça eu
logo agora
que o teu cabelo se encosta
à suavidade das almofadas
animando o amor do Donald e da Daisy
que, entretanto, já transpuseram
a barreira lisa do pano e do desenho
e se encaminham já para o quarto ao lado.


Daniel Maia-Pinto Rodrigues, O Afastamento Está Ali Sentado, Vila Nova de Famalicão, Quasi, 2002



2 comentários:

  1. Obrigado pela partilha. Desconhecia o poema e fiquei interessado. Abraço, Nuno

    ResponderEliminar
  2. Eu é que agradeço a atenção!
    Um abraço também

    ResponderEliminar